Tudo que você precisa saber a respeito de Franchising
29/04/2018
Carga Fracionada e Carga Lotação.
01/05/2018

Caminhoneiro autônomo

Normalmente as pessoas são movidas por desejo de aventura, vontade de conhecer o país, fazer novas amizades e viver uma vida de liberdade, para quem quer realizar isso a profissão de caminhoneiro autônomo é quase sempre a primeira escolha, você sabia que mais de 70% das cargas no Brasil são transportadas por autônomos? o problema é que se a pessoa não tem estradeiros entre os parentes ou amigos mais próximos é muito difícil conseguir informações sobre o assunto, e sem informações não existe oportunidade.

A Uppertruck Freights preza pelo papel desse profissional e mantém claras as informações de contratação destes profissionais, mantendo o sigilo de seus dados, pagando rigorosamente em dia adiantamento e saldos de fretes e está sempre inovando com parcerias em prol do bem estar do caminhoneiro. A Uppertruck não intermedia fretes. Ela é os fretes.

 

Como se tornar um caminhoneiro

 

1° Passo – tirar carteira de habilitação profissional.

As carteiras de habilitação com categorias C, D e E são as chamadas profissionais já que são exigidas para exercer as mais tradicionais funções atrás do volante, entre elas a de caminhoneiro.

Ao completar 18 anos você já pode tirar sua primeira carteira de habilitação que vai ser A ou B, porém para ser caminhoneiro você precisa de pelo menos mais um ano, ao completar um ano com a carteira de habilitação você vai poder fazer o exame para categoria C, com esta habilitação você pode dirigir veículos grandes, desde que eles não sejam articulados, Importante lembrar que para fazer o teste você precisa antes fazer aulas especiais com o veículo que você vai se habilitar, além disso você tem que passar por um texto prático, um teste psicotécnico e um exame toxicológico. Agora com a carteira C você pode dirigir caminhões, caso seu objetivo seja dirigir carretas então você precisa da categoria D, para tirar a carteira categoria D você tem que ter no mínimo 21 anos e tem que ter um mínimo de dois anos como motorista licenciado.

 

 

2° Passo – Cursos Extras.

Dependendo do veículo você pode ser exigido a ter cursos específicos, como o curso de movimentação de cargas perigosas para quem transporta combustível, transporte de cargas excedentes. O SEST/SENAT oferece estes e inúmeros outros cursos gratuitos para auxiliar no desenvolvimento e aprendizagem de profissionais do transporte. São cursos on line e gratuitos que permitem que você os faça em qualquer horário e de qualquer lugar em que estiver. Nem todos os cursos extras são exigidos por lei, mas ter alguns no currículo ajuda a conseguir trabalho mais rápido, se o seu objetivo é ser autônomo invista nisso.

 

 

3° Passo – Escolher entre ser autônomo ou empregado.

Se você cumpriu o primeiro e o segundo passo pode achar que já está tudo resolvido, mas acredite que esta decisão é importante, qual caminho você vai escolher depende inteiramente de você e não existem caminhos errados, mas vale a pena pensar um pouco, se você não tem dinheiro para ter o seu próprio veículo agora então não pense em se endividar para comprar um sem ter experiência neste ramo ou alguém que possa te aconselhar e ajudar, no lugar disso procure um emprego de motorista, ganhe experiência, junte dinheiro aos poucos e eventualmente você está dirigindo para si mesmo. Se você já tem o dinheiro ou está juntando, pense bem antes de investir pois é um valor considerável, tenha certeza de que você quer ser responsável por si mesmo e lidar com a burocracia, se certifique de que você tem contatos para arrumar boas entregas e de que você é conhecido de forma positiva pelas pessoas da área.

 

 

4° Passo caminhoneiro Autônomo?

Agora que você já decidiu ser autônomo tem que saber que algumas coisas são determinadas pela lei, outras são você quem decide com seu melhor julgamento.

Primeiro Caminhão – financiado ou à vista? Isso depende muito da sua condição financeira, se decidir comprar lembre de levar o caminhão a um mecânico de sua confiança antes de fechar o negócio, caminhões muito velhos costumam ser aceitos apenas em serviços menos lucrativos então escolha com calma, se decidir financiar você vai precisar de uma garantia, a melhor forma é ter uma declaração de imposto de renda, e caso seja aprovado se mantenha declarando o imposto de renda a cada ano para estar preparado na hora de trocar de veículo, escolha veículos pelo menos semi – novos como já falei antes se forem muito velhos você pode acabar no prejuízo.

Fazer o RNTRC, o registro da ANTT –  Não tem dúvidas aqui, o cadastro é obrigatório para todos que querem trabalhar com transporte de carga, o processo leva um tempo então comece o quanto antes. Se você for financiar a compra do seu veículo lembre-se de pedir o registro provisório, ele vale por 30 dias e você precisa levar ele ao banco ou seu financiamento não vai ser aprovado.

 

INSS –  Quem é autônomo tem que cuidar disso por conta própria, pagar o carnê do INSS não é caro e te livra de muitos problemas, caminhoneiros dependem do corpo para trabalhar então se você ficar doente e não poder ganhar dinheiro vai ficar feliz de estar em dia com esse imposto. Quanto prestar serviços para transportadoras exija a comprovação via contrato de transporte de que seu imposto está sendo recolhido corretamente, afinal servirá para sua aposentadoria ou caso necessite do benefício temporariamente.

Aplicativo –  Quem entra no mercado hoje está em grande vantagem com as gerações passadas, existe aplicativo para calcular frete, para achar cargas disponíveis e até para mostrar o melhor e mais seguro caminho até o seu destino, abuse dessa opção, todas as vantagens que tiver no começo da carreira vai ser um passo a mais rumo ao sucesso. Não deixe de baixar o seu app Uppertruck e solicitar o seu credenciamento, pois todas essas opções estão disponíveis no Uppertruck App.

 

5° Passo – Manter-se atualizado e ser um bom profissional.

Agora que você já está no mercado de trabalho lembre-se de dirigir com cautela, evite levar multas ou se envolver em confusão pois isso reflete nos trabalhos que você vai ou não receber, faça cursos para se manter atualizado, cuide do seu veículo como se seu salário dependesse disso, até porque depende, mantenha um olho bem aberto para a contabilidade e faça uma boa viagem.

 

Leia também nossa matéria sobre Como contratar profissionais autônomos de transporte com total segurança e fique por dentro do que as empresas mais procuram nos caminhoneiros. Gostou das dicas? Deixe seu comentário.

 

 

 

 

2 Comentários

  1. […] o caminhoneiro autônomo também deverá ter, ao menos, um veículo registrado em seu nome, podendo ter até três […]

  2. […] ao motorista e que talvez torne o seu trabalho um pouco mais agradável para algumas pessoas. Ser um caminhoneiro é uma tarefa nada simples, e algumas dessas tecnologias estão tornando isso um pouco mais fácil. Algum nível de trabalho […]

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE