Notice: A função WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /home/uppertru/public_html/wp-includes/functions.php on line 5835
Pular para o conteúdo
Home » Caminhoneiro de 51 anos é preso com 3,3 toneladas de maconha escondida em carga de soja

Caminhoneiro de 51 anos é preso com 3,3 toneladas de maconha escondida em carga de soja

Um caminhoneiro de 51 anos foi preso após ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal com aproximadamente  3,3 toneladas de maconha. Tudo isso estava em meio a uma carga de soja, em um caminhão que viajava pela BR-272, em Francisco Alves, no Paraná, nesta segunda-feira (29).

Similarmente, segundo o Sistema Globo, o motorista do caminhão afirmou que pegou a droga em Ponta Porã. Ou seja, no Mato Grosso do Sul, e levaria até Maringá, no Paraná. Ele ainda contou que era a segunda vez que ele realizava o transporte de drogas.

Mais informações sobre a carga envolvendo o Caminhoneiro de 51 anos

Cerca de 3,3 toneladas de maconha foram encontradas em meio a uma carga de soja, em um caminhão que viajava pela BR-272, em Francisco Alves, no noroeste do Paraná, na segunda-feira (29).

Segundo a PRF, o motorista do caminhão afirmou que pegou a droga em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e levaria até Maringá, na região norte do Paraná.

O caminhoneiro, de 51 anos, afirmou que era a segunda vez que ele realizava o transporte de drogas.

O homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e a maconha foi apreendida e encaminhada para a delegacia da Polícia Civil de Guaíra.

1 comentário em “Caminhoneiro de 51 anos é preso com 3,3 toneladas de maconha escondida em carga de soja”

  1. Pingback: Caminhoneiro é sequestrado por 14 horas em Campo Grande porque ladrão não sabia dirigir - Transportadora Digital 4.0 sem Intermediários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *