Home » Caminhoneiros se reúnem e fazem carreata contra restrições da quarentena em SP

Caminhoneiros se reúnem e fazem carreata contra restrições da quarentena em SP

caminhoneiros

No primeiro dia sem rodízio ampliado na capital paulista, um protesto de caminhoneiros contra as medidas de isolamento social tomadas pelo governador João Doria e o prefeito Bruno Covas, ambos do PSDB, agravou o trânsito na Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna.

Outrossim, ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, as lideranças da manifestação dos caminhoneiros afirmaram que pretendem ficar estacionadas na altura da Ponte das Bandeiras até as 22h.

Lentidão no trânsito durante o protesto dos caminhoneiros

O protesto dos caminhoneiros, que causou lentidão no trânsito por todo percurso, ocorreu de maneira pacífica. A polícia acompanhou tudo de perto, com homens do policiamento rodoviário, da Rocam que é o motorizado, da Força Tática e com os agentes de área.

Similarmente, a Companhia de Engenharia de Tráfego também monitorou a situação com os servidores de campo. Os manifestantes reivindicam a quebra da quarentena imposta pela pandemia da Covid-19.

De acordo com a Polícia Militar, a carreata começou por volta das 11h, na altura da Ponte Aricanduva. Por volta das 15h, chegaram à Ponte das Bandeiras, onde estacionaram os veículos.

Sendo assim, a capital atingiu hoje o maior congestionamento desde o início da quarentena em São Paulo: foram 28 quilômetros de lentidão.

Um dos caminhões carregava um caixão com as imagens de Bruno Covas e de João Doria. Os manifestantes também usavam adesivos com a mensagem “fora Doria”.

Na ocasião, o governador de São Paulo se manifestou sobre o protesto:

“Toda manifestação democrática tem que ser aceita, ela faz parte da vida social de uma democracia de um país, de um estado, de uma cidade. Ela só não deve perturbar, interromper e dificultar o acesso e o direito de ir e vir das pessoas. Isso não é correto.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 4 =