Notice: A função WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /home/uppertru/public_html/wp-includes/functions.php on line 5835
Pular para o conteúdo
Home » CANAL VERDE: O QUE É, PARA QUE SERVE E COMO UMA TRANSPORTADORA TEM OS MESMOS QUESITOS DE OPERAÇÃO?

CANAL VERDE: O QUE É, PARA QUE SERVE E COMO UMA TRANSPORTADORA TEM OS MESMOS QUESITOS DE OPERAÇÃO?

Muitos estão se questionando a respeito do que seria esse tão famoso Canal verde que vem sendo comentado. Não se preocupe, nós da Uppertruck separamos uma matéria exclusiva para você que deseja saber o que é o canal verde e como uma transportadora pode ter os mesmos quesitos de operação.

 

 

O QUE É?

O Canal Verde Brasil é uma rede nacional inteligente de percepção, acompanhamento e mapeamento de fluxos de transporte nos corredores logísticos para a produção de dados, informações e conhecimentos para aplicação na regulação de mercados, para o planejamento logístico nacional, para alimentação de indicadores econômicos e financeiros e para a integração com as bases de dados de agências de governo e de estado.

 

FLUXOS DE TRANSPORTE

Os fluxos de transporte são percebidos por meio de leituras de passagem de veículos baseadas em pontos eletrônicos equipados com sistemas de reconhecimento ótico de caracteres da placa de veículo – Optical Character Recognition (OCR), combinado com formas de identificação de veículo redundantes, em especial da leitura por meio de rádio frequência de chip acoplado ao veículo.

 

A leitura de passagem composta dos dados relativos a identificação do veículo, a temporalidade da passagem e a localização georreferenciada do ponto eletrônico de leitura são comparadas com bases de dados sob domínio das agências de governo e de estado para a produção de informações e de conhecimentos necessários às aplicações do Canal Verde Brasil.

 

QUAIS AS VANTAGENS DO CANAL VERDE?

As vantagens do Canal Verde Brasil são:

 

  • As reduções dos custos logísticos decorrentes dos controles sobre o transporte;
  • A desburocratização do aparelho de estado; aumento da competitividade do produto nacional;
  • As reduções dos custeios e investimentos do poder público em processos de fiscalização analógica;
  • Unificação dos controles em um único momento.

 

Ou seja, quando da passagem do veículo pelos pontos eletrônicos de leitura; o aumento do controle sobre as operações de transporte; aumento da segurança; geração de informações e conhecimentos para o aprimoramento da análise de custo e benefício da atividade regulatória dos mercados, para o planejamento de políticas públicas e de investimentos nos setores de transporte e de logística.

 

Resumindo em uma única frase: A vantagem do Canal Verde Brasil é a redução do custo Brasil.

 

QUAL A SEMELHANÇA DA UPPERTRUCK COM O CANAL VERDE?

Mas, por que motivo falaríamos sobre o canal verde se não tem nenhuma relação com a uppertruck? Nesse quesito terei que contra argumentar  com você meu caro leitor. A uppertruck é uma transportadora Digital que faz uso constantemente da tecnologia para aprimorar os seus serviços.

Possuindo assim como o programa canal verde uma ótima gestão de risco para evitar roubo de cargas.

Utilizando um ótimo sistema de blockchain que  tem o potencial de melhorar a rastreabilidade e aumentar a transparência nas cadeias de suprimento, acelerar pagamentos, eliminar fraudes e reduzir os custos de operação, regulamentos e conformidade.

 

As características primárias do blockchain são descentralizadas, inalteráveis ​​e verificáveis, e isso o torna imensamente benéfico para o setor de transportes.

 

NOVO CONCEITO

O superintendente de Administração Tributária da Sefaz, José Luiz Souza, explica que esse é um projeto piloto no qual se pretende consolidar um novo conceito de fiscalização de mercadorias em trânsito, denominado Inspeção de Veículo da Carga em Movimento.

 

— “Dessa forma, a fiscalização ocorre durante o período de deslocamento do veículo, que é de três dias, entre as cidades de São Paulo e Salvador, sem a necessidade de repetidas paradas para verificação sistemática da documentação, que é feita por amostragem, até mesmo a conferência do veículo nos cinco postos fiscais do percurso”.

 

Leia também: O QUE UM CAMINHONEIRO NECESSITA PARA FATURAR MAIS?

 

COMO UMA TRANSPORTADORA TERÁ OS MESMOS QUESITOS DE OPERAÇÃO?

Os veículos integrantes do Canal Verde Brasil-ID receberão uma etiqueta de radiofrequência (Tag) que permitirá o registro de passagem do veículo e identificação das NF-e transportadas, toda vez que o veículo passar por uma das antenas de controle instaladas nas saídas das dependências da transportadora Atlas, localizadas em São Paulo, postos de pedágio integrantes do sistema Sem Parar, postos fiscais do percurso (Extrema-MG e Benito Gama-BA) e no local de descarregamento da transportadora em Salvador.

 

A partir desse rastreamento, a Central de Operações (COE) da Sefaz-Ba verificará a conformidade de todas as operações registradas nas NF-e transportadas, assim que o veículo sair de São Paulo e apontará, para a transportadora e contribuintes, através do Domicílio Tributário Eletrônico, as irregularidades identificadas para que estes providenciem a regularização, antes mesmo da chegada do veículo de carga na unidade de descarregamento da transportadora em Salvador.

 

Os veículos identificados com o adesivo do projeto Canal Verde terão sua parada obrigatória mantida apenas para verificação da integridade dos lacres eletrônicos através de leitores manuais de radiofrequência, reduzindo significativamente o tempo de permanência no posto fiscal.

 

O superintendente de Administração Tributária da Sefaz, José Luiz Souza, explica que esse é um projeto piloto no qual se pretende consolidar um novo conceito de fiscalização de mercadorias em trânsito, denominado Inspeção de Veículo da Carga em Movimento.

 

— “Dessa forma, a fiscalização ocorre durante o período de deslocamento do veículo, que é de três dias entre as cidades de São Paulo e Salvador, sem a necessidade de repetidas paradas para verificação sistemática da documentação, que é feita por amostragem, até mesmo a conferência do veículo nos cinco postos fiscais do percurso”.

 

Segundo o coordenador técnico do Encat, Álvaro Bahia, foi desenvolvido também, pela COE, uma aplicação que realiza o batimento e validação de 100% das informações contidas nas NF-e, CT-e e MDF-e transportados no veículo. “Caso seja necessário, a COE também pode definir a necessidade de conferência do veículo no local de descarregamento da carga, na filial da transportadora em Salvador”.

 

 

 

Não perca as novidades, acompanhe nossas redes sociais:

 

Página oficial do Facebook: https://www.facebook.com/uppertruckoficial/

 

Instagram:  https://instagram.com/uppertruck?igshid=1eqg7s7z42963

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *