Home » Corpo de motorista de caminhão que caiu de ponte em obras é encontrado em meio aos destroços em MT

Corpo de motorista de caminhão que caiu de ponte em obras é encontrado em meio aos destroços em MT

Corpo de motorista de caminhão que caiu de ponte em obras é encontrado em meio aos destroços em MT
Compartilhe em suas redes sociais!

Bombeiros procuravam, além do motorista, uma mulher que também estaria no veículo. No entanto, os militares confirmaram que havia apenas o condutor no caminhão no momento do acidente.

O corpo do motorista do caminhão carregado de milho, que caiu no Córrego do Bichinho, na MT-020, em Canarana, a 838 km de Cuiabá, na manhã desse domingo (11), foi encontrado no fim da tarde em meio aos destroços do veículo.

A suspeita, de acordo com a Polícia Militar que foi até o local do acidente, é de que o motorista não tenha visto a placa sinalizando o desvio devido à obra.

Corpo de bombeiros buscava uma mulher e motorista

A princípio, o Corpo de Bombeiros procurava, além do caminhoneiro, uma mulher que também estaria no veículo. No entanto, os militares confirmaram que havia apenas o motorista no caminhão no momento do acidente.

O motorista estava preso nas ferragens da cabine no veículo. Após a retirada feita pelos bombeiros, o corpo foi encaminhado à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

O caminhão estava tombado com as rodas para cima. Foram horas de buscas até encontrarem a vítima. A suspeita é que ele tenha morrido na hora devido ao impacto da queda.

Número de acidentes envolvendo caminhoneiros aumenta

O Atlas da Acidentalidade 2018 traz um panorama geral dos acidentes de trânsito nas rodovias federais do País e revela que em 2017 o total dos acidentes envolvendo todos os tipos de veículos foi de 89.396. Desses, em 27,45% (24.547) teve o envolvimento de caminhões. Em relação ao número de feridos graves no mesmo período, houve uma redução de 12,4%, totalizando 4.371, se comparado com 2016, quando registrou 4.990. 

As principais causas e seus respectivos índices médios de gravidade são: ultrapassagem indevida (7,1); desobediência à sinalização (6,5); velocidade incompatível e ingestão de álcool (5,7) e dormindo (5,4). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =