Azul e Correios anunciam criação de empresa para transporte de cargas
03/01/2018
Caminhoneiros terão até 18 dias de restrições nas BR’s com feriados nacionais
15/01/2018

Feriados poderão causar prejuízos acima de 11 bilhões na economia

O ano de 2018 será marcado por uma grande quantidade de feriados que acontecerão em dias de semana. Não bastasse o elevado número de feriados nacionais, também há os estaduais e municipais em inúmeros lugares do país.

O único setor da economia que ganha com esses períodos, é o Turismo que projeta crescimento anual de 2,5%. Já para os demais setores como comércio, indústria e transportes, a notícia pode ser desanimadora, uma vez que a grande maioria dos feriados possui pontes com finais de semana.

São Paulo

Guilherme Dietze, assessor econômico da FecomercioSP, alega que a redução de faturamento provocada pelos feriados representa somente 0,6% das vendas do comércio. “Embora alguns setores tenham diminuição de vendas, outros acabam faturando mais.”

Segundo ele, a expectativa é que as vendas de 2018 cresçam em ritmo acelerado, influenciadas pelo aumento do crédito.

Dietze afirma que as concessionárias e lojas de eletrodomésticos já sentiram em 2017 os efeitos dor retorno do crédito. “Já houve aumento de vendas para esses segmentos. Esse movimento deve se intensificar em 2018.”

Rio Grande do Sul

Em Porto Alegre, serão 12 datas comemorativas ou religiosas nas terças-feiras, quintas-feiras, segundas-feiras e sextas-feiras. As perdas para a economia do Rio Grande do Sul e, em especial, para o varejo gaúcho, podem ser expressivas.

Há algum tempo, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) vem solicitando que os feriados sejam ajustados de forma a maximizar a produtividade econômica do País.

Informalmente, os feriados das quintas e sextas-feiras acabam se transformando em feriadões, incluindo o sábado, nos quais lojas e indústrias costumam operar. Cada dia parado no Rio Grande do Sul representa R$ 1,3 bilhão à economia do estado e cerca de R$ 178 milhões ao comércio varejista.

Desta forma, em 2018 poderemos ter uma perda da ordem de R$ 11,7 bilhões para o Estado e R$ 1,6 bilhão para o varejo”, ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

 

Mato Grosso do Sul

O governo de Mato Grosso divulgou os dias de feriados e pontos facultativos nas repartições públicas no estado em 2018. Os feriados e pontos facultativos foram divulgados em um decreto publicado no Diário Oficial do Estado.

Nos órgãos públicos e no Poder Executivo serão 10 pontos facultativos. Em relação aos feriados, serão 10, sendo um estadual no dia 20 de novembro, feriado da Consciência Negra. Em relação aos feriados municipais, serão cumpridos pelos órgãos do Poder Executivo Estadual em cada região.

Os feriados e pontos facultativos não devem afetar a prestação dos serviços considerados essenciais, como saúde e segurança pública.

Minas Gerais

Com destaque especial a Juiz de Fora-MG, o setor industrial possui 1.645 indústrias, com representantes em todos os setores, empregando uma mão de obra de 26 mil funcionários.

A Fiemg Regional Zona da Mata destacou que não é a favor dos pontos facultativos adotados pelo município de Juiz de Fora em 2018 e que o setor que mais sofre é o de panificação.

 

A maioria das grandes e médias empresas já adotam suas estratégias para “compensar”os dias perdidos com feriados e suas pontes para finais de semana.

A exemplo dessas estratégias, uma é substituir equipes de trabalho em feriados longos para dias da semana com menor produtividade. Outra forma é compensar o impacto fracionado esses dias em outros período como em junho/julho, dezembro/janeiro.

Preparamos um calendário com os principais dias de impacto para ajudar nessa missão. Você também pode conferir nosso calendário em nossa publicação de 02/01/2018 clicando aqui

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE