Após proibição de Fux, caminhoneiros já articulam novas paralisações
03/09/2018
31 empresas são identificadas descumprindo tabela de frete mínimo.
09/09/2018

Fiscalização da ANTT sobre tabela de frete tem caráter estatístico e educativo.

Em vídeo publicado por caminhoneiro usuário do Ecopátio, fica claro que a ANTT ainda não definiu modalidade de punição as empresas que não cumprem pagamentos da tabela de frete mínimo.

Assista a seguir:

https://youtu.be/X4ZcyBlLjqQ

O vídeo está sendo compartilhado via WhatsApp por inúmeros usuários.

No mesmo, um caminhoneiro adentra uma sala de controle operacional dos membros da ANTT no Ecopátio e filma diretamente o diretor do órgão, que por sua vez expôs a força tarefa para que seja, por força de lei, cumprida a tabela de frete mínimo.

Fica evidente que neste momento não há punições para caminhoneiros que aceitarem carregar por valores abaixo do preço estabelecido na tabela.

Cento entendido que, o mesmo profissional necessitando trabalhar e se predispor a transportar mesmo abaixo do valor não sofrerá nenhuma punição e também nem mesmo a empresa que contrata-lo.

Redação

2 Comentários

  1. Para os caminhoneiros da greve .nao podia anistiar multas ilegais. Mais as empresas são . Mimadas.mas vimos que e mais uma forma de evitar paralisações. So jesus.

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE