GALPÕES OU ARMAZÉNS INFLÁVEIS: QUANDO COMEÇOU, VANTAGENS E MERCADO
11/10/2019
O CRESCIMENTO DOS BANCOS DIGITAIS E OS PRINCIPAIS RISCOS QUE OS MESMOS OFERECEM FRENTE AO ATUAL SISTEMA TRADICIONAL
17/10/2019

MATERIAIS E PEÇAS PLÁSTICAS: O QUE SÃO, BENEFÍCIOS, UTILIDADES E FACILIDADESMATERIAIS E PEÇAS PLÁSTICAS: O QUE SÃO, BENEFÍCIOS, UTILIDADES E FACILIDADES

Cada dia mais o plástico tem se tonado presente na maioria dos aspectos das construções civis: telhas, janelas, pisos, revestimentos, sistemas de hidráulica, ventilação e caixa d’água, além da parte estrutural e maior contribuição para o design.

 

Não é à toa que o material conquistou esse setor da indústria, com propriedades tão vantajosas para cada tipo de utilização, como: anti-corrosão, isolamento térmico e acústico, impermeabilidade, flexibilidade, durabilidade, resistência, sustentabilidade e inovação, transporte e higiene.

 

 

DADOS VERÍDICOS

Segundo a empresa portuguesa Ambiente, especializada em reciclagem, as participações dos materiais plásticos representam 10% de uma casa média.

 

Outro dado europeu indica que 17% do total da produção da indústria de plásticos são consumidos pela construção civil. No Brasil, não há muitos dados, mas a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) estima em seu relatório mais recente, que 14,6% dos plásticos transformados sejam absorvidos em canteiros de obras.

 

Com o crescimento estimado em 5,2% pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo), o setor vem investindo em produtos com novas composições para garantir um desenvolvimento mais sustentável, atendendo uma demanda crescente de produtos com diferenciais ambientais.

 

EXPANSÃO TECNOLÓGICA

PLÁSTICO

A tecnologia tem sido uma forte aliada no lançamento de produtos que buscam preservar os recursos naturais e ao mesmo tempo trazer mais agilidade e qualidade para as construções.

 

Neste cenário, o plástico se apresenta como uma fonte de soluções para o setor, como os plásticos de engenharia, que são muito utilizados na área de acabamento das obras em componentes internos de metais, acessórios para banheiro e cozinha, elétrica (interruptores e disjuntores) e na infraestrutura de construção (formas). É sobre isso e muito mais que nós da Uppertruck queremos conversar com você hoje.

 

 

O QUE SÃO?

PLÁSTICOS

Os plásticos são polímeros formados pela união de grandes cadeias moleculares chamadas macromoléculas que por sua vez são formadas por moléculas menores chamadas de monômeros (eu sei, soa um pouco didático).

Os polímeros são produzidos por um processo químico conhecido por polimerização, sendo a reação que une quimicamente as moléculas de monômero.

 

As matérias-primas principais para a produção dos materiais plásticos são o petróleo e o gás natural e também podem ser obtidos a partir de fontes renováveis como por exemplo, do etanol (álcool etílico) proveniente da cana-de-açúcar.

 

TERMOPLÁSTICOS MAIS UTILIZADOS EM PRODUTOS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS PARA EDIFICAÇÕES (BENEFÍCIOS, UTILIDADES E FACILIDADES)

PLÁSTICOS

PVC

O policloreto de vinila (PVC) é o termoplástico mais utilizado na construção civil. Produzido pela combinação de cloro e etileno, tratase de um material que pode ser rígido ou flexível e é compatível com uma ampla variedade de aditivos.

 

Propriedades: Leve, isolante, tem baixa inflamabilidade, autoextinção à chama, resistência à corrosão. Longo ciclo de vida de suas aplicações (entre 15 e 100 anos).

 

Limitação: Não pode ser usado em condições de exposição a temperaturas maiores que 60ºC, sob o risco de ocorrer a degradação do material. Tal característica inviabiliza seu uso em tubulações de água quente, por exemplo.

 

Aplicações: Em instalações de água e esgoto e em isolamento de fios e cabos. Forros, siding vinílico e esquadrias são outras aplicações desse material, que também pode compor sistemas construtivos em combinação com o concreto.

 

PLÁSTICO: CPVC

O Policloreto de Vinila Clorado (CPVC) é um PVC que recebeu maior teor de cloro. O principal efeito dessa adição é o aumento das forças de atração intermoleculares, promovendo uma melhora das propriedades térmicas. O maior teor de cloro aumenta a densidade e o retardamento à chama do material.

 

Propriedades: leve, resistente a ácidos, álcalis, alcoóis e a outros materiais corrosivos. Apresenta longa vida útil, baixo coeficiente de dilatação e baixa condutividade térmica.

 

Limitação: Embora possam ser usados em instalações de água quente, esses materiais suportam um limite de temperatura de 80ºC, o que exige a instalação de termoválvula com termoelemento nas redes.

 

Aplicações: Condução de água quente, instalações industriais a vácuo, sistemas de combate a incêndio (sprinklers).

 

POLICARBONATO

Polímero termoplástico facilmente moldável, o policarbonato tem como principais características sua translucidez. Trata-se de um termoplástico relativamente novo. O primeiro policarbonato de relevância industrial foi desenvolvido em 1953. Pode ser encontrado sob diversas espessuras e formas. As chapas planas alveolares e compactas e as telhas de policarbonato são as mais utilizadas.

 

Propriedades: Resistente à abrasão e pouco inflamável. Leve, 1 m² do material de espessura 6 mm pesa 7,2 kg. Um vidro nas mesmas condições pesa 15 kg.

 

Limitação: Em função do custo mais elevado (em comparação com outros termoplásticos), é usado apenas em situações de maior exigência estética e aproveitamento da luz natural, normalmente em substituição ao vidro. Quando não conta com aditivos de proteção contra raios UV em sua composição, podem sofrer amarelecimento com o passar do tempo.

 

Aplicações: Coberturas e fechamentos de piscinas, claraboias, jardins de inverno, pátios internos ou passarelas de interligação entre edifícios.

 

PLÁSTICO: POLIETILENO

O polietileno é pertencente ao grupo dos polímeros poliolefínicos. Nesse grupo enquadram-se materiais com propriedades variáveis em função da temperatura e das condições de pressão em que a reação ocorre. Há diferentes tipos de polietileno, entre eles, os de alta densidade, PEAD.

 

Propriedades: O polietileno é um plástico que tem baixo custo e é de fácil trabalhabilidade. De forma geral, apresenta boa resistência química, tenacidade e moderada resistência à tração. Os polietilenos são resistentes à maioria dos produtos químicos.

 

Limitação: Este tipo de material não é resistente à oxidação de ácidos, cetonas e hidrocarbonetos clorados. Também não deve ser exposto diretamente à luz solar.

 

Aplicações: Proteção de pisos e isolação de ruídos (mantas), preenchimento de juntas de dilatação (tarugos), isolante térmico e impermeável para telhados (subcobertura aluminizada), redes e ramais de distribuição de água, de gás, adutoras e emissários (tubos PEAD).

 

PLÁSTICO: POLIETILENO RETICULADO

Plástico conhecido pela sigla PEX, é um polietileno de alta densidade submetido a um processo de reticulação, que consiste na eliminação do hidrogênio do sistema fazendo com que as novas ligações espaciais sejam formadas apenas por carbono.

 

Propriedades: flexibilidade, alta resistência, interior liso, baixa condutividade térmica, memória térmica.

 

Limitação: Preço mais elevado, em comparação com outros materiais plásticos. Pouca disponibilidade em algumas praças. Quando instalado em kits hidráulicos junto a paredes de alvenaria, exige algumas adaptações no projeto.

 

Aplicações: Os tubos de polietileno reticulado (PEX) têm sido usados em instalações hidráulicas (água quente e fria e gás) em obras que buscam racionalização de recursos e acessibilidade à rede, bem como em sistemas de aquecimento. Disponíveis nas versões monocamada (convencionais) e multicamada (com alma de alumínio).

 

POLIESTIRENO EXPANDIDO

Facilmente moldável sob a ação do calor, é um material bastante utilizado em construção civil devido à sua leveza, capacidade de isolamento térmico e baixo custo.

 

Propriedades: De modo geral, os poliestirenos têm boa estabilidade dimensional, baixa retração na moldagem e são fáceis de processar a baixo custo. Fáceis de cortar, são duráveis, apresentam baixa condutividade térmica e baixo peso.

 

Limitação: Esse tipo de plástico tem Baixa resistência à radiação solar. Não é biodegradável e, embora possa ser reciclado, na prática o reaproveitamento do EPS ainda é raro no Brasil. Quando empregado em construções, deve ser revestido por camadas de materiais não combustíveis. Sempre que não for revestido por materiais incombustíveis e resistentes ao fogo, deverá ser do tipo F, ou seja, não inflamável.

 

Aplicações: Estabilização de aterros, fôrmas para lajes nervuradas, enchimento de piso, isolamento térmico em telhados, dutos de ar-condicionado e câmaras frigoríficas, como recheio em painéis, na composição do chamado concreto leve.

 

CONHEÇA O TIPO DE PLÁSTICO POLIPROPILENO

 

Desde a sua introdução em 1954, o polipropileno (PP) se tornou uma das mais importantes resinas termoplásticas. É o terceiro termoplástico mais vendido no mundo (abaixo do polietileno baixa densidade e do PVC). Pode ser dividido em três tipos principais: homopolímero, copolímero alternado e o copolímero random (esse último também conhecido como PPR).

 

Propriedades: Alta rigidez, baixo peso específico (especialmente quando orientado), baixa condutividade térmica. Facilmente moldado por injeção. Tubos de PPR são atóxicos e livres de incrustações e podem ser conectados por termofusão, sem rosca, soldas, anéis de borracha ou cola.

 

Limitação: Pouca resistência ao impacto em baixas temperaturas, faixa reduzida da temperatura de fusão.

 

Aplicações: O plástico  polipropileno é usado na produção de fôrmas plásticas, telhas e distanciadores. As fibras de polipropileno podem ser adicionadas ao concreto e à argamassa para combater a fissuração por retração. Tubos de PPR podem ser usados na condução de água quente e fria

 

 

Gostou desse artigo? Que tal compartilhar e fazer com que mais pessoas leiam?

 

Não esqueça de acompanhar nossas redes sociais:

 

Instagram: https://instagram.com/uppertruck

 

Página oficial no Facebook: https://www.facebook.com/uppertruck/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE