Notice: A função WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /home/uppertru/public_html/wp-includes/functions.php on line 5835
Pular para o conteúdo
Home » Mercedes GenH2, o caminhão futurístico que troca diesel por hidrogênio e tem capacidade de carga útil de 25 toneladas

Mercedes GenH2, o caminhão futurístico que troca diesel por hidrogênio e tem capacidade de carga útil de 25 toneladas

Mercedes GenH2, o caminhão futurístico que troca diesel por hidrogênio e tem capacidade de carga útil de 25 toneladas

Sabe aquela fumaça preta e aquele cheiro forte de diesel no caminhão? A Daimler quer que isso se transforme em passado nas próximas duas décadas

A fabricante alemã está empenhada para vender apenas veículos livres de emissões de CO2 na América do Norte, Japão e Europa a partir de 2039 e demonstra seus esforços com o Mercedes-Benz GenH2, um caminhão movido apenas por motores elétricos que, por sua vez, são alimentado por células de hidrogênio. 

Eletricidade

A eletricidade é gerada pela reação do hidrogênio com o oxigênio, que tem a água como subproduto. E é só água que os veículos movidos a células de hidrogênio emitem. O sistema utilizado pela Daimler, por sinal, vem sendo desenvolvido em parceria com a Volvo.

A eletricidade é gerada pela reação do hidrogênio com o oxigênio, que tem a água como subproduto. E é só água que os veículos movidos a células de hidrogênio emitem. O sistema utilizado pela Daimler, por sinal, vem sendo desenvolvido em parceria com a Volvo.

Dois tanques de hidrogênio de 40kg no caminhão

Se a força está garantida, restava o problema com a autonomia. Os dois tanques de hidrogênio com capacidade para 40 kg do elemento químico em estado líquido, alimentam a célula de 300 kW. Ainda pode ser disponibilizado mais 400 kW graças a uma bateria de 70 kWh (pouco maior que a de um automóvel elétrico) para situações onde seja necessário ter ainda mais energia disponível. Essa combinação garante autonomia para uma viagem de 1.000 km. 

O Mercedes GenH2, por sinal, não está tão distante de um Mercedes Actros atual. Ele tem PBT de 40 toneladas, o que resultaria em capacidade de carga útil de 25 toneladas.

Vale ressaltar que a Mercedes não abriu mão de ter caminhões elétricos. O protótipo Mercedes eActros Long Haul tem autonomia de 500 km e já está com início da produção marcado para 2024. Chegará às lojas (pelo menos da Europa) antes da versão de produção do GenH2, previsto para a segunda metade da década. 

1 comentário em “Mercedes GenH2, o caminhão futurístico que troca diesel por hidrogênio e tem capacidade de carga útil de 25 toneladas”

  1. Pingback: Caminhoneiros: Projeto de lei inclui categoria no grupo prioritário para vacinação da gripe e coronavírus - Transportadora Digital 4.0 sem Intermediários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *