Notice: A função WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /home/uppertru/public_html/wp-includes/functions.php on line 5835
Pular para o conteúdo
Home » Após proibição de Fux, caminhoneiros já articulam novas paralisações

Após proibição de Fux, caminhoneiros já articulam novas paralisações

Ministro Fux proíbe ANTT de multar empresas de transporte por aí cumprirem os preços impostos pela tabela de frete mínimo. Novas mobilizações via WhatsApp não descartam nova paralisação.

Às vésperas da transição de governo, parece que a equipe de Bolsonaro já deverá pensar na estratégia para conter a fúria da categoria de caminhoneiros que aguardam há meses a definição o devido cumprimento da tabela conquistada em maio deste ano.

No WhatsApp já são centenas de grupos já tem suas organizações individuais via áudio convocando a classe para uma novs parada.

Imagens recebidas via WhatsApp.

Último alerta de greve divulgado em outubro

O alerta de greve disparado na última semana, deixou o setor de transporte em dúvida e a sociedade atônita.

Em Belo Horizonte por exemplo, milhares de pessoas lotaram postos de combustível e longas filas para encher o tanque do carro.

Vídeo enviado via WhatsApp

Associações e outras entidades publicaram nota oficial informando que não apoiam e não estão envolvidos no possível movimento grevista.

É o caso da AUNDC – Associação Nacional União dos Caminhoneiros, que alega pontualidade e coerência do governo no tocante ao cumprimento dos acordos firmados na primeira ocasião.

Ainda na nota publicada, a Associação informa o que quando o diesel sofrer oficialmente reajuste acima de 10%, a ANTT sob força da a Lei 13.703 automaticamente publicará a uma nova tabela de frete.

Também o Sindicam de Ourinhos publicou um vídeo com a pauta das reivindicações da primeira paralisação, alegando que tudo que foi previamente acordado com o governo está sendo cumprido.

Ainda assim há pequenos focos de movimento em locais isolados deixando autoridades sob atenção.

1 comentário em “Após proibição de Fux, caminhoneiros já articulam novas paralisações”

  1. Luiz Fux vc não é digno nem do papel igienico que vc limpa sua bunda é se costuma limpa!!!??? Vive do poder público

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *