Como contratar uma transportadora digital?
19/03/2019
5 vantagens de uma transportadora com aplicativos de fretes
21/03/2019

Um eficiente gerenciamento de risco se tornou estratégia-chave para a sobrevivência das empresas do setor. O transporte rodoviário corresponde de 60% de toda a movimentação de cargas em todo o Brasil.  As péssimas condições das estradas, roubos e baixo valor do frete, dificultam bastante o transporte de cargas pelo país.

Para que serve o gerenciamento de risco no transporte de cargas?

Trata-se do uso inteligente da tecnologia com o objetivo da diminuição dos riscos em todas as etapas operacionais de uma transportadora. Esse gerenciamento envolve todos os processos logísticos como armazenamento, movimentação, transporte e distribuição das mercadorias.

O principal objetivo do gerenciamento de risco no transporte de cargas é a utilização de uma gestão de frotas automatizada com disparo de alertas de manutenção dos veículos, gestão eletrônica do ciclo de vida dos pneus, histórico detalhado dos caminhões e rastreamento de cargas, por exemplo.

Por que é importante ter um plano de gestão de riscos?

Uma transportadora está sujeita a vários tipos de riscos durante a entrega das mercadorias. Por isso, ter um plano de gestão de riscos é crucial para seu negócio. Conheça os principais motivos:

  1. Se sua transportadora não investe em soluções de inteligência em logística para rastreamento de cargas, as chances do caminhão ser interceptado por terceiros e não ser localizado posteriormente, são enormes.
  1. Os frequentes roubos de carga nas estradas brasileiras podem gerar prejuízos inimagináveis para as empresas de transporte de cargas, levando-as ao colapso financeiro.
  1. As possíveis avarias e extravios de cargas podem difamar a imagem da transportadora de forma irreparável, o que pode levar a falência em pouco tempo.
  1. O não conhecimento de toda a legislação que rege o setor pode gerar multas e apreensões das mercadorias ou até do próprio caminhão.

Trabalhar de forma eficiente todas essas variáveis pode reduzir significativamente as ocorrências negativas no transporte de cargas. Tudo isso pode ser maximizado com um investimento em tecnologia.

Quais os principais riscos de não fazer o gerenciamento do transporte de cargas?

Roubo de cargas

Talvez esse seja o principal risco de se desprezar um gerenciamento no transporte de cargas. Segundo pesquisas recentes, os assaltos a veículos de carga no Brasil causa prejuízos de bilhões de reais, todos os anos.

Para piorar a situação, os roubos de cargas oneram em até 20% o preço dos produtos que são transportados, o que obriga as empresas a aumentarem os valores das mercadorias, obrigando o cliente a pagar mais caro.

Leia uma matéria especial contendo as rodovias com maior índice de roubo no país.

Altos custos de manutenção dos veículos

Os veículos de transporte de cargas exigem manutenção correta e em dia, para que tudo funcione em sintonia e as mercadorias cheguem ao seu destino em tempo hábil. O problema é que nem sempre os motoristas ou até a própria empresa não se atentam para isso.

Todos esses custos de manutenção podem ser mitigados por meio de sistemas de avisos eletrônicos de manutenção. Dessa forma, se for feito um gerenciamento eficiente de toda a frota, haverá uma redução de gastos desnecessários com os veículos, por falta de uma manutenção adequada.

Avarias e extravios

Um gerenciamento de risco no transporte de cargas gera muito menos indenizações na justiça às transportadoras que entregam as mercadorias com avarias ou deixam de efetuar a entrega integral por causa de extravios.

Multas e apreensões

A legislação brasileira é rigorosa no que diz respeito ao transporte de cargas. As chances de multas ou apreensões são enormes para veículos que estiverem trafegando fora da lei.

Para se ter uma ideia, a não apresentação dos documentos obrigatórios na movimentação de carga, como a nota fiscal, por exemplo, pode gerar uma multa salgada ou até apreensão do veículo.

Como é feito um gerenciamento de riscos eficiente?

Diante dessa imensidão de riscos possíveis no transporte de cargas, é possível se prevenir. Conheça as principais ações:

Controle de todas a informações

Reduzir os riscos no transporte de cargas é ter total controle sobre todas as operações. Alguns sistemas de gestão para transportadoras incluem processos de coleta de mercadorias, entrega e transferência entre filiais. Esses sistemas evitam eventuais erros por desencontro de informações e extravios de produtos.

Monitoramento a distância com o uso da tecnologia

Estamos em um mundo cada vez mais moderno. Dessa forma, é imprescindível que uma frota de caminhões seja monitorada à distância. A tecnologia de rastreamento realiza todo o planejamento inteligente de rotas, além de considerar os índices de roubo em cada trajeto.

Realização de mapeamento das cargas

Fazer um mapeamento completo durante o transporte de cargas é fundamental para reduzir riscos de avarias, o que causa diversos prejuízos. Toda entrega engloba um processo de embalagem, tipo de veículo usado e formas de armazenamento específicas.

Rodrigo S. Jesus
Jornalista e Redator Web

Deixe uma resposta