Home » Supply Chain e seus desafios para o atual ano de 2020

Supply Chain e seus desafios para o atual ano de 2020

Compartilhe em suas redes sociais!

 Supply Chain — termo em inglês para Cadeia de Suprimentos — consiste na relação entre empresas que negociam entre si, com o objetivo de entregar e aprimorar produtos e serviços para os clientes finais.

 

O gerenciamento da cadeia de suprimentos trata de fazer a gestão de todos os processos e fluxos de informações envolvidos nesse atendimento. Isso quer dizer que esse tipo de planejamento baseia-se na perspectiva de todo o processo.

 

É preciso obter visibilidade do todo e como cada uma das etapas relaciona-se entre si. Portanto, deve-se realizar o controle rigoroso de todos os elos, desde os processos dos fornecedores até a entrega dos bens e serviços para os consumidores.

 

Logística x Cadeia de Suprimentos

Supply Chain

Muitas vezes, esses termos são usados como sinônimos, até mesmo por profissionais da área. Contudo é importante estabelecer uma distinção clara entre os dois. Em primeiro lugar, a logística tem relação com a operação de movimentação de cargas. Alguns exemplos são:

 

  • Alocação no armazém;
  • Separação e expedição;
  • Gestão dos níveis de estoque;
  • Movimentação por meio dos modais de transporte.

 

Isso quer dizer que representam os processos operacionais envolvidos para garantir que a carga seja entregue ao seu destinatário. Por outo lado, a cadeia de suprimentos tem relação com as instituições que a compõe, tais como:

 

  • Clientes;
  • Varejistas;
  • Fabricantes;
  • Transportadoras;
  • Centros de distribuição.

 

Portanto, é possível dizer que a atividade logística está inserida dentro da gestão da cadeia de suprimentos.

 

Como ele pode ser aplicado nas empresas?

Supply Chain

A definição do que é Supply Chain gira em torno das necessidades dos clientes: o foco deve estar sempre em garantir a satisfação do consumidor final por meio da integração de processos e otimização dos métodos de trabalho.

 

Dessa forma, as empresas integrantes da cadeia passam a atuar em conjunto, todos alinhados com o mesmo objetivo. A transição para um sistema integrado requer mudanças importantes na cultura, no desenvolvimento das atividades e na criação de procedimentos de trabalho para obter os resultados esperados.

 

Para isso, é necessário contar com um departamento ou profissional específico para cuidar da gestão e monitoramento não só das atividades internas, mas também das externas (parceiros de negócio).

 

É necessário, também, desenvolver equipes focadas no atendimento dos clientes e suas demandas. Esses colaboradores se tornam facilitadores do contato entre clientes e fornecedores, identificando requisições e problemas para, então, encontrar as soluções adequadas.

 

Além disso, o ideal é também investir na melhoria da comunicação entre pessoas, setores e empresas, visto que obter informações relevantes em tempo hábil é a chave para o sucesso nos resultados — além de ajudar a garantir um diferencial competitivo.

 

Quais os benefícios de uma boa gestão de Supply Chain?

Supply Chain

  • Redução do estoque;
  • Redução do número de fornecedores;
  • Qualidade para os produtos e serviços;
  • Resolução ágil de problemas;
  • Redução de custos operacionais.

 

Por fim, saber o que é Supply Chain e o que é necessário para garantir uma boa gestão é um grande passo para conseguir alavancar o desempenho do negócio e se tornar um competidor mais forte, saindo na frente da concorrência.

 

Você gostou do post de hoje? Você quer ter acesso a muito mais conteúdo? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades na logística!

 

Acompanhe nossas redes sociais:

 

Instagram:

 

https://www.instagram.com/uppertruck/

 

Página oficial do Facebook:

 

https://www.facebook.com/uppertruck/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dez =