Portal do Trânsito: Uppertruck, AirBnB do transporte de cargas
21/08/2019
Sites e aplicativos de frete: vantagens e desvantagens.
23/08/2019

Cargonews publica matéria sobre transportadora digital e a era disruptiva no transporte de cargas.

Saiba como optar por uma transportadora digital que opera de qualquer lugar para qualquer outro, sem a necessidade de grandes e onerosos custos operacionais, por meio de prepostos franqueados e uma longa lista de veículos credenciados, com gerenciamento de riscos, rastreabilidade e seguro.

Via Cargo News

Aplicativos para o transporte de cargas são uma febre no mundo todo. Possuem variadas funções e levam a um mesmo objetivo: diminuir entraves operacionais. Mas há quem diga que as vantagens vão muito mais além da demanda de fretes e oferta de veículos para transporte.

Nos Estados Unidos o setor de transporte passa por uma revolução tecnológica. Aplicativos para o casamento de cargas e caminhões não são mais novidade por lá. Uber Freight, Convoy, UShlp, TruckPath, Truck Parking são apenas amostras para o mercado brasileiro.

Aqui no Brasil caminhamos, “a passos largos”, aos avanços dessa inovação. Aplicativos para frete garantem adoção de novos processos, um novo posicionamento de mercado, a redução de custos e o aumento da renda dos trabalhadores do setor. Por isso o momento pede recursos de uma transportadora digital.

Na maior economia do mundo o Uber Freight é o mais observado, porém, não o mais efetivo. Reportagem no jornal Folha de São Paulo informa que o serviço pode se tornar atraente no Brasil.
Segundo estudo de 2014, os caminhões brasileiros trafegam com 61% de sua capacidade de carga. Em 39% das viagens os veículos circulam vazios.

Nos EUA, a experiência é de aumento de 30% na renda dos caminhoneiros. Já há versões nacionais, que ainda engatinham, entre elas, as startups Fretebras e TruckPad.

Ainda estamos longe de gerar ganhos razoáveis aos caminhoneiros devido à falta de padronização e fiscalização dos fretes que acabam banalizados por anúncios sem parâmetro algum.

Os esforços agora estão concentrados na nova Tabela de Frete Mínimo, adotada pelo governo em maio de 2018, diante da maior paralisação de caminhoneiros da história do país.

A tabela resolveu um problema mas gerou um outro pior: degolou o fôlego de empresas que contratam o transporte, encarecendo e muito, as operações de carga e descarga.

O grande desafio é garantir a manutenção do serviço prestado, haja visto o fato dessas startups não fornecerem nada além de uma simples veiculação de frete.

Quem atua no setor de transporte de carga brasileiro sabe que há uma vasta lista de regras, obrigações e legislações, desde fiscais a criminais, oriundas da relação contratante X contratado e estes aplicativos não fornecem esses serviços.

A Uppertruck Freights – transportadora digital e outras mais, já observaram essa necessidade do mercado e deram um passo à frente: fomentam a tecnologia para identificar a ociosidade de mercado e de mão de obra, gerando negócios mais rápidos e menos onerosos.

“Manter tarefas operacionais automatizadas, autônomos engajados e uma pronta resposta a novos obstáculos é o caminho mais simples para uma performance satisfatória. O segredo não está no que o aplicativo oferece cruzando apenas carga X caminhão, mas sim quando nos deparamos com recursos escassos às necessidades das empresas e pessoas. E isso, só a tecnologia possibilita”, comenta Ivan Ferreira, COO da Uppertruck Freights.

A importância na contratação de um transporte é garantir não somente a entrega da carga mas também seu monitoramento, documentação de viagem, ajustes de impostos, cobertura securitária, recolhimento devido de taxas – características próprias de cada estado do Brasil.

Atividades estas que somente uma transportadora digital alcançada à tecnologia pode garantir com segurança às empresas que contratam transporte.

1 Comentário

  1. […] Leia também: Cargonews publica matéria sobre transportadora digital e a era disruptiva no transpor… […]

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE